QUEM SOMOS

O sistema montessoriano visa dar a criança consciência de si mesma, de sua própria vida, dos outros, do mundo e de Deus.

O conceito básico no método Montessori é educar os sentidos para passar da sensação à ideia. Para a criança, “toda caminhada é uma viagem de descoberta”. A finalidade dos materiais é o desenvolvimento da coordenação motora, a ordenação das ideias a organização interior.

Para Maria Montessori o aspecto sensorial e motor, vêm antes do desenvolvimento mental. Os exercícios de linha visam conscientizar o educando sobre a estrutura espaço/tempo, o domínio dos nervos e músculos a estruturação do espaço corporal e a coordenação motora. Montessori considera que é agindo que a criança aprende e que a aprendizagem se estabelece com maior sucesso através de atividades ordenadas e com dificuldades crescentes.

A Aguaí Escola Montessoriana acredita na riqueza da diversidade e no respeito a individualidade, e por isso não estabelece programações fechadas, pois estabelecer um mesmo currículo e o mesmo tempo de aprendizagem para todos é ignorar os diferentes tipos de inteligência, os diferentes talentos as diferentes modalidades de aprendizagem as diferentes famílias e os diferentes conhecimentos de mundo.

Image.png
WhatsApp Image 2020-03-12 at 12.07.03.jp

PROPOSTA PEDAGÓGICA

A Educação oferecida por nossa escola tem concepção positiva, tanto do mundo quanto da vida. É uma educação solidaria, de construção de uma sociedade inclusiva, que tenha compromisso em favor da vida, mediante adoção de uma pedagogia de conscientização, que desencadeie valores e propicie a formação sócio-política dos educandos.

A escola deve, portanto, ser um espaço cuidadosamente preparado para acolher, sem impedimentos, a atividade espontânea da criança, satisfazendo as necessidades para seu pleno desenvolvimento, baseada nos princípios básicos e fundamentais do sistema montessoriano, que são?

Individualidade: Cada criança tem o seu próprio ritmo de crescimento e de trabalho, que deve ser respeitado.

Liberdade: Educação para a liberdade e consequentemente para as responsabilidades que levara a criança a disciplina, a independência, a capacidade de fazer por si, enfim, ao desenvolvimento de suas potencialidades e de sua personalidade.

Autonomia: A criança conquista a sua autonomia pelo esforço constante e pelo trabalho que realiza através de atividades continua. Ela só poderá desenvolver-se, agindo-se, mexendo-se, fazendo, criando, atuando...

Respeito pela criança: deixar a criança crescer sozinha, não impedindo o seu desenvolvimento, tornando-se única, isto é, ela mesma.

Respeito pela criança: deixar a criança crescer sozinha, não impedindo o seu desenvolvimento, tornando-se única, isto é, ela mesma.